Volte Sempre! ;)

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

ALGUNS MITOS DA PÍLULA ANTICONCEPCIONAL


Resolvi fazer esse post, pois eu mesma, muitas vezes, me peguei com dúvidas! Sempre fui hiper regulada, sabia exatamente o dia que ía menstruar, logo, sabia exatamente o dia que não podia fazer "bobice" com o Rô, então não tomava pílula, mesmo porque era mais arriscado, porque vivia esquecendo, rs. Sim, usei a tabelinha minha relação toda com o Rô, e quando decidi engravidar, BATATA, veio o Lorenzo.

Mas, girls, não recomendo a "Tabelinha", porque é HIPER ARRISCADO, ok?

Hoje, depois do Lorenzo, não confio mais, e tomo injeção todo mês, assim, não esqueço e fico segura!

Então, aí vai alguns mitos e verdade sobre a pílula, para esclarecer!

Sim, pode. Os androgênios (hormônios masculinizantes) têm sido implicados na etiologia da acne vulgar, possivelmente por intensificar a hiperceratose folicular. Os ACOs reduzem os níveis sangüíneos de androgênios e, dessa forma, podem colaborar para diminuir a gravidade da acne. Por outro lado, com não existem verdades absolutas na medicina, em algumas raras mulheres a acne pode ser um efeito colateral da pílula.

Mulheres que usam pílula têm maior risco de câncer de mama e de útero?

Vamos por partes. O risco de câncer de mama é praticamente o mesmo entre usuárias e não-usuárias de ACOs. Nos tumores malignos do endométrio (camada mais interna do útero) e do ovário, a pílula exerce um efeito protetor – as usuárias de ACOs apresentam metade do risco de câncer de endométrio e ovário das não-usuárias.

Entretanto, o uso de contraceptivos orais por mulheres jovens parece associar-se ao surgimento de miomas uterinos (tumores benignos) na pré-menopausa, mas são necessários outros fatores reprodutivos (a pílula não leva a culpa sozinha...).

Quanto à relação entre câncer de cérvice uterina e uso de ACOs, parece não existir consenso – alguns estudos indicam um aumento na incidência, mas nada está definitivamente comprovado.

Pílula engorda?

Ainda que o ganho de peso esteja entre as queixas mais comuns das mulheres que utilizam ACOs, estudos mostraram que isto pode não ser completamente verdadeiro. Uma pesquisa recente avaliou a variação de peso de 128 mulheres em uso de contraceptivos orais durante 4 meses e descobriu que 72% das pacientes não apresentaram qualquer alteração de peso no final do período. Assim, queixar-se de ganho de peso já não é a melhor desculpa para interromper o uso da pílula...

A pílula pode alterar o humor?

Podem ocorrer náuseas, dor de cabeça, dor nos seios, sangramentos vaginais irregulares e depressão nos primeiros meses de uso da Pílula, mas estes efeitos colaterais freqüentemente cessam após alguns meses.

A Pílula alivia as cólicas menstruais?

A menstruação dolorosa (chamada de dismenorréia pelos médicos) é menos freqüente nas mulheres que não ovulam. Por isso, os ACOs podem ser úteis em 70-80% dos casos de dismenorréia. Quando a pílula é suspensa, as mulheres geralmente sentem a mesma intensidade de dor que apresentavam antes do seu uso.

Todavia, alguns ACOs podem estar associados à ocorrência de hipermenorréia (menstruação muito volumosa e intensa) e a falta de controle de problemas no ciclo menstrual, caracterizada principalmente por sangramentos irregulares e menstruações dolorosas, são problemas comuns enfrentados por algumas usuárias de contraceptivos orais, sendo uma das principais razões de suspensão do uso - cerca de 1/3 das mulheres em uso de ACOs apresentam sangramentos (spottings) intermenstruais.

Mulheres que tomam Pílula demoram mais para engravidar quando param?

Verdade. O retorno à fertilidade em mulheres que interromperam o uso de ACOs leva mais tempo quando comparado às mulheres que interromperam outros métodos contraceptivos, mas não parece haver prejuízo da fertilidade como um todo

A Pílula pode piorar a asma?

Não. As alterações nos níveis hormonais parecem ter um papel importante na gravidade da asma nas mulheres e cerca de 30 a 40% das mulheres apresentam flutuações na gravidade das crises relacionadas ao ciclo menstrual. A crise tende a ocorrer três dias antes e durante os quatro dias da menstruação. Os anticoncepcionais orais podem ajudar estes casos, nivelando as flutuações hormonais.

Fonte: Boa Saúde

Proxima
« Anterior
Anterior
Próximo Post »
2 Comentario
avatar

Amei o post...parabéns....a anos não tomo anticoncepcional....mas depois que ganhei minha filha e meu leite logo secou o gine me passou um anticoncepcional para ajudar a secar o leite e tbm eu ficaria sem mesntruar,tomei 3 caixas e parei pq miha mãe falou tanto no meu ouvido que mulher precisa disso q desisti....mas adorei sabia

Balas
avatar

Adorei o post! Comecei a tomar p regular a menstruação e diminuir as cólicas. Funcionou e agora é uma parte natural do meu dia =)

Balas

Oi!!! Obrigada pela sua visita! Não esqueça de se inscrever por e-mail aí embaixo para receber as respostas!! Adoraria que você deixasse um comentário sobre o post! Caso seja alguma pergunta, deixe seu e-mail para contato! Beijokas!!!