Volte Sempre! ;)

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Calcinha Pergunta: Consegue Manter a Privacidade?




Quando eu era criança, meus pais tiveram que "adotar" a irmã de minha avó materna. Na época, eu devia ter uns 6, 7 anos, e ela 33. Ela tem problema, mentalidade infantil, mas assim, não constatada clinicamente.

Ela ajudava na loja, na casa, morava em casa, ganhava o salário e etc... foi assim por 7 anos. Quando cresci, comecei a gostar de garotos, claro! E ela, dava em cima deles, e fazia intrigas de mim com minhas amigas e primas.

Até que meu pai resolveu mandar ela de volta para Minas, na casa da irmã dela. Acredita que ela processou meu pai, dizendo que nunca havia ganho nada e blá blá... mas não é essa a questão.

Eu, como pré-adolecente, e meu irmão também, tínhamos que dividir o quarto com ela, muitas vezes mexia em minhas coisas, e eu tinha privacidade zero.

Dividir seu espaço é uma coisa complicada, seja por escolha ou circunstância.

Todos queremos fazer de tudo para que nossos convidados se sintam em casa, mas o que acontece quando nossa casa deixa de ser nossa?

Como achar espaço para si mesmo?

Me diga, leitoras e leitores lindas (os).
É possível deixar alguém entrar e ainda manter sua privacidade?


Republicando



Clique AQUI faça uma pesquisa de preços e ajude o Calcinha crescer cada vez mais!!! Gostou do Post? Não? Não fique calada! Comente!!!



Proxima
« Anterior
Anterior
Próximo Post »
6 Comentario
avatar

aiii essa questão é tão complicada.... eu tinha dois primos que na adolescencia passavam as ferias de verão na minha casa ... aff eram 2 intermináveis meses... as pestes mexiam nos guarda roupas, na geladeira, se metiam nas conversas que não lhes diziam respeito, queriam ficar dando em cima das minhas amigas... era um inferno, a gente contava os dias para eles irem embora, graças a deus todo mundo cresceu e eles não tme mais tempo de me visitar!! era privacidade zero!! dava briga todo dia!!!
beijão
www.sermulhereomaximo.com.br

Balas
avatar

É uma situação dificil. Ainda bem que ela foi embora.Bjos Celinha

Balas
avatar

Claro que desse jeito não dá,eu jamais perderia a minha privacidade,mas tem gente que não tá nem aí né.

Balas
avatar

Tenho pra mim que se uma pessoa não respeita minha casa, ela não me respeita! Privacidade é fundamental, lar é sagrado.
Nunca admiti invasão no meu quarto. Mamãe tinha mania de abrir minhas correspondências e embalagens... Jurei a ela que qualquer dia ela abriria uma caixa e veria um piu piu de borracha que teria um bilhete amarradinho com uma fita e o nome dela bem reluzente. Nunca mais ela abriu nada kkk

É preciso respeitar limites, tem que ser assim, não pode ser diferente.

Beijos Beijos
Ara
@maoslindas

Balas
avatar

Eu passei por uma situação parecida, mas no meu caso era cunhado, com esposa e filho. Não deu certo! Só que eu saí do prumo, fui me irritando e exigindo meu espaço de formas nada ideais. No fim acabei largando do marido porque ele se recusava a tomar uma atitude.

Balas
avatar

É complicado! Ja deve ser dificil dividir o espaço com um menino. Eu ja passei por isso. Tinha que dividir o quarto com a minha irma 15 anos mais velha, ou seja, eu tava la querendo colocar bonecas pra decorar e ela não. Eu queria ficar brincando e ela queria dormir pq tinha trabalhado. Só é possivel dividir o espaço e manter a privacidade se a outra pessoa entender que " o seu espaço termina onde começa o meu". Não é dificil. É uma questão de respeito.
Quando se é criança é mais complicado, mas quando a pessoa é adulta e ainda assim age dessa forma, pelo amor de Deus!!!!!!!

Beijossss

Balas

Oi!!! Obrigada pela sua visita! Não esqueça de se inscrever por e-mail aí embaixo para receber as respostas!! Adoraria que você deixasse um comentário sobre o post! Caso seja alguma pergunta, deixe seu e-mail para contato! Beijokas!!!